Informações importantes

Taxa de dificuldade na entrega (TDE)

Relação de grupos de destinatários com dificuldade de entrega e com cobrança de TDE adicional.

 

O prazo de entrega poderá sofrer alteração.

 

Atenção: Esta lista poderá sofrer alterações sem aviso prévio

Seguro Ambiental 3.1.1

Nosso transporte é coberto pelo Seguro Ambiental 3.1.1 (Mapfre, Pamcary, Suatrans e SOS Cotec), um seguro de cargas com cobertura e assistência ambiental integrados, com ênfase na prevenção e no gerenciamento do processo de atendimento a emergências.

Ao utilizar o Ambiental 3.1.1, parte do prêmio do seguro é revertido em benefício do Instituto Cuidando do Futuro, criado em 2007 com o objetivo de disseminar os conceitos de sustentabilidade e responsabilidade social corporativa e estender e fortalecer a rede de parcerias com empresas motivadas pelo mesmo ideal.

Um de seus programas de destaque é o "Motorista Socialmente Responsável", que promove a educação e conscientização dos motoristas de transporte de carga, visando formar profissionais socialmente responsáveis.

Para entender mais sobre o Ambiental 3.1.1

Troca de informações via web ou EDI

A Frilog conta com vários meios para troca de informações com os clientes.

O mais comum é o EDI, que é uma troca de informações eletrônica (através de arquivos).

 

Utilizando-se desta tecnologia, tanto o cliente quanto o transportador se beneficiam de inúmeras vantagens, sendo as principais a automatização de atualização das informações de entrega e da conferência de frete e da emissão de CTRCs (o que elimina possíveis erros de digitação) e melhor controle das contas a pagar.

 

Além disso, clientes estáveis também contam com acesso a um portal de serviços via web, como cotações, informação de entregas, informação e solicitação de coletas, relatórios e outras funções que estão sendo liberadas e aprimoradas constantemente; minimizando assim a necessidade de telefonemas e e-mails e agilizando a obtenção de informações. Para estes clientes a Frilog também disponibiliza um link de rastreamento, que pode ser incorporados diretamente em seus próprios sites.

Exigências gerais da embalagem

As embalagens, sem exceções, devem ser resistentes em relação ao seu conteúdo e são de responsabilidade do remetente.


Mercadorias vulneráveis ao manuseio devem ser inteiramente protegidas em embalagens suficientemente fortes, seguramente fechadas, de forma que impeçam o deslocamento do conteúdo, vazamentos ou danos à mercadoria, como, por exemplo, embalagens de madeira maciça, plástico sólido.


A embalagem deve ser construída de tal forma que ofereça resistência contra mudanças de temperatura e umidade.


É recomendável que o embarcador indique, na parte externa da embalagem, o nome, endereço e telefone do consignatário, o conteúdo, bem como o peso e a quantidade das unidades, diminuindo o risco de avarias e extravios.


Embalagens defeituosas, empacotamento inadequado e fechamento inseguro conduzem a perdas e danos, não sendo, portanto, aceitas pela FRILOG.

Identificação dos volumes

Uma informação muito importante que deve constar na embalagem é a identificação dos volumes, que facilita a rastreabilidade da carga e localização em qualquer etapa da operação.


A identificação dos volumes deve conter o nome do remetente e do destinatário, o endereço completo do destinatário, o número da NF e a quantidade total de volumes (por exemplo, se forem três caixas para o mesmo destino, a primeira deve ser marcado como “vol. 1/3”, a segunda como “vol. 2/3” e a terceira como “vol. 3/3”).


A identificação pode ser feita com etiqueta ou escrevendo-se diretamente nas embalagens com caneta pilot.

O que não deve faltar na emissão da nota fiscal
  • Quantidade de volumes

  • Peso da mercadoria

  • Valor da nota fiscal

  • Casos de redespacho devem ser descritos com o maior número possível de informações como CNPJ, razão social, endereço e telefone das transportadoras de redespacho.

O endereço eletrônico xml@frilog.com.br foi disponibilizado para recebimento do arquivo da NF-e e seu respectivo Protocolo de Autorização de Uso, em cumprimento da Legislação (Ajuste SINIEF CONFAZ nº 08 de 09.07.2010). Os arquivos a serem enviados, devem estar em formato XML, não sendo necessário a cópia da DANFE.